procurando, encontre

Carregando...

04 agosto, 2015

The Rocky Horror Picture Show


Essa semana fui apresentado ao The Rocky Horror Picture Show, um clássico da década de 1970, que traz Susan Sarandon no papel da mocinha Janet Weiss e Tim Curry, aquele maluco do hotel de Esqueceram de Mim 2, como a travesti Dr. Frank-N-Furter. A sensação de assistir foi parecida com o contato com Barbarella. Não sei nem muito bem descrever, mas vale muito a pena. TRHPS é obra obrigatória para quem pretende assistir aos shows de Sharon Needles, na festa Priscilla, no Brasil, nos próximos dias.

22 junho, 2015

fui, voltei e aqui fiquei



as vezes bate uma vontade danada de largar tudo, desconectar e ir pro mato.
vontade de uma vida mais simples, na beira do mar ou no meio da mata.
mas dai... ai, que preguiça... lembro que sou bicho da cidade.
nascido e criado em cativeiro.

e que quando pude voar, pra lá, pra bem longe, pro meio da floresta,
só sosseguei quando voltei

--
a ilustração desse post já tem anos. fiz em agosto de 2003. mas me pareceu apropriada para ilustrar esse breve texto.

13 abril, 2015

Interestelar e a vida



Um dos filmes que perdi em 2014 foi Interestelar. Mas felizmente a produção foi uma das selecionadas para o 41º Festival Sesc Melhores Filmes e tive a oportunidade de assisti-lo no último sábado.

A ansiedade era grande. Christopher Nolan e seu novo longa de haviam sido bastante celebrados pelo novo patamar em que colocaram a ficção científica com este lançamento. Ele chegou a editar a Wired Magazine de dezembro, um convite-celebração pelo legado que está traçando. Fotografia incrível. Efeitos especiais incríveis. Atuações brilhantes. bla. bla. bla. O que realmente importa para mim neste filme é o componente emocional. O componente emocional que ele despertou em mim.

Deixo claro que é "para mim", pois essa avaliação foi feita a partir do meu repertório, da minha trajetória, e de tudo aquilo que vivi. Eu nunca fui para o espaço, muito menos para outra dimensão ou galáxia. Não que eu me lembre. Mas eu já sai de casa. E já deixei aqueles que eu amei - e amo - para trás. Nunca é uma decisão fácil. E nunca é uma decisão certa. Porque como tudo na vida essa decisão tem dois lados. E tudo que é bom para alguém pode ser ruim para outra pessoa.

No filme, Cooper (Matthew McConaughey) deixa sua filha, seu filho, seu sogro e seu rancho - tudo o que ele tem na vida - para trás, com o objetivo de tentar salvar a humanidade dela mesma e de todo o mal que ela causou ao planeta Terra. Ele é posto em uma missão espacial, juntamente com outros astronautas, com o objetivo de encontrar outro planeta com as mesmas condições originais da Terra, que favoreçam a permanência dos homens neste mundo, para ser habitado e explorado pela humanidade. Essa viagem o leva ao desconhecido, lugares onde as percepções de tempo e espaço são bastante diferentes das conhecidas pelas leis da física teorizadas na Terra. Variando de acordo com a gravidade, a proximidade com buracos negros e outros elementos.

Em um desses planetas, Cooper e Amelia (Anne Hathaway) enfrentam uma espécie de tsunami como nunca visto por aqui, um tsunami cíclico e devastador. Ao retornar para a estação espacial percebem que a expedição que pareceu ter durado cerca de uma hora, aconteceu em tempo equivalente a 23 anos terrestres. Na estação, Cooper tem acesso a uma infinidade de vídeos enviados por sua família ao longo do período em que esteve fora. Percebe como as vezes a vida passa em um piscar de olhos e começa a se confrontar com sua ausência. Seus entes queridos seguem vivendo suas vidas, enfrentando suas angústias, conhecendo novos problemas. E muitas vezes perdem a esperança no reencontro. E quando esse reencontro acontece, as pessoas já não são mais as mesmas. Os desejos anteriores à partida podem continuar os mesmos, as expectativas também, mas o mundo segue girando.

Há catorze anos sai da casa dos meus pais. Nesse período aquela casa se desfez, e muita coisa entre todos nós mudou. Em maio completa dois anos que não vejo minha mãe e minha irmã. E ao longo desse 24 meses quase não falei com elas. Com minha mãe costumo falar uma vez por semana, as vezes menos. Já minha irmã é mais difícil, as vezes ficamos três meses sem trocar uma linha sequer. Seguimos nos amando, temos acesso a todo tipo de tecnologia, não tivemos nenhum confronto traumático, mas não nos falamos. Vamos vivendo como se nossa comunicação fosse telepática. Vemos coisas que sabemos que o outro gosta e somos levados a momentos de outros tempos, lembramos de momentos decisivos ou felizes e recordamos todas as coisas pelas quais passamos juntos. Mas vamos contemplando essa distância. Sabendo que uma ligação pode nos aproximar, e ao mesmo tempo acreditando que estamos muito ocupados em nossas expedições.

Interestelar me fez chorar. Não pensei na supremacia norte-americana, nos escolhidos, ou nos brancos como conquistadores do universo. Pensei em problemas maiores: a minha falta de comunicação. E quer saber o que mais, não sai do cinema e liguei pra elas. As horas foram passando, já são quase 48 horas, e o máximo que eu consegui fazer foi parar para escrever este texto. Linhas que talvez elas nunca vão ler, ou vão, mas que tentam traduzir um pouco do muito amor que sinto, e sempre vou sentir, por elas.


p.s.: Em breve, pouco menos de um mês, minha mãe virá me visitar. Espero estarmos todos vivos para esse reencontro. Talvez eu apele para um sono criogênico, como aquele usado pelos astronautas do filme, para fazer esse período avançar mais rápido e tentar conservar um pouco do rosto sem rugas, tal qual ela conheceu.

17 março, 2015

Um dia mais verde

Desde que os trinta chegaram e o ano virou, comecei a ver as coisas um pouco mais verdes. É, verdes. Nada maduro. Comecei a perceber o quanto o verde luta para resistir à cidade e sobreviver entre pedra e concreto. Era pra ser só umas fotinhos no meio do meu Instagram (@munduruca), mas resolvi criar uma conta só pra isso. Pode ser que dure mais uma semana, um mês, ou o resto da vida. Ou pode ser que assim que eu terminar de publicar este post o projeto já tenha acabado. Mas, se quiser espiar, e talvez acompanhar, aqui está: @umdiamaisverde


26 dezembro, 2014

Trinta anos em pouco mais de trezentas memórias



Mãe, Pai, Afeto, Aconchego, Vó Agueda, Vó Odete, Vô Abelardo, Vô Senna, Mogli, Penumbra, Papai Noel, Snoopy, Leite, Chupeta, Gina, Fernanda, Brigadeiro, Fofão, Xuxa, Berço, Gravidez, Coelho da Páscoa, Irmã, Carrinho, Chocolate, Tio Edu, Aniversário, Pipa, Cachorro Grande, Recanto Salete, Pão de Queijo de Liquidificador, Os Trapalhões, Dona Natureza, Dona Eunice, Chama Eu, Escolinha do Professor Ernani, Carro, Chuva, Choro, Jardim, Praia, Piso Vermelho de Azulejo Quebrado, Cigarro, Bala de Canela, Inalação, Hospital, Doutor Japonês, Fanta Uva, Trem da Alegria, Hotel Fazenda, Tia Vera, Dumbo, Coca-Cola, Shopping Center Norte, Paloma e Nancy, Senna Car, Xixi, Frio, Granizo, Telefone, Barba, Irmã, Joaninha, Presépio, Bolo de Cenoura, Praia, Uniforme, Educandário Infantil Nossa Senhora das Dores, Hora de Dormir, Primos, Bambuzal, Vô Mingo, Vô João, Vó Nena, Vó Guiomar, Vô Mario, Chapéu, Velho, Cerca de Madeira, Pastel de Feira, Mudança, Ana Claudia, Avião, Calor, Estrada de Terra Esburacada, Carrinho de Rolimã, Sabonete, Casa de Madeira, Arara, Ferro Velho, Cimento Queimado, Piso Verde, Gato, Cachorro, Tartaruga, Morango, Papagaio, Paçoca, Moringa, Gira-Mundo, Falta de Energia Elétrica, Tubaína, Cajú, Mangueira, Poço, Escada, Calango, Tábuas, Mulher Velha de Cabelos Grisalhos, Mesas Coletivas, Jaca, Rede, Porquinho da India, M.Tec, Banho de Chuva, Banho em Caixa, Banho de Bacia de Pneu de Trator, Banho de Represa, Banho de Cachoeira, Pampa, Caravan, Poeira, Matrone, Colégio Visão, Tia Lourdes, Lúcia, Tia Silvia, Fábio, Fabiana, Gilberto, Gustavo, X-men, Novela, Fita K-7, Estrelinham Floopy, Disquete, CD, Churrasco, Pizza, Feijoada, Vídeo-Cassete, Festa Junina, Fogueira, Balão, Alto-falante, 364, Casa na Árvore, Balanço de Pneu, Time, Inglês, Computador, Mariana, Beijo, Lasanha, Fotografia, Camionete, Lanterna, Regata, Cedusp, Saruê, Ônibus, Pica Pau, Os Karas, Chaves, Power Rangers, TV Colosso, Caça Talentos, NervoTeste, Forte Príncipe da Beira, Rondônia, Pitucha, Rio Machado, Cidinho, São Paulo, Cinema, Pipoca, Ketchup, Camila Rigon, Esfiha, Ari, Claudinei, Macacão, All Star Vermelho, Macarrão à Bolonhesa, Batata Frita Cortada em Pedaços Grandes, Arroz Doce, Mocoforte, Avenida Aracajú, Johnny Toon, Televisão, MSchool, Matrone Vídeo, Carol, Bicicleta Roubada, Morte do Vô Abelardo, Internet, Par Perfeito, Danielle Debarba, Carona, Vanessa Pires, Toddynho, Vinícius Corassa, Thiago Tadashi, Salvador, Pesque-Pague, Salário, Clube Vera Cruz, T2, Galinha de Ponta Cabeça, Feirão do Produtor, Restaurante Flutuante, Amway, Transcontinental, Maria José, Fazenda Santa Clara, Vando, Ivonete, Doce Tentação, Avenida Brasil, Mari Solange, Teorema do Papagaio, Caixas de São Paulo, Disc-Man, No Mercy, Lavar o Carro, Ribeirão Preto, COC, Priscilla, Mãe Rose, Batatais, Mudanças, Leandro Bermudes, Madonna, Vestibular, Viçosa, Universidade Federal de Viçosa, Administração, Munduruca, Pensão, Laurinha, República, Rafa Beluzio, Companhia Universitária de Encenação, Rua Milton Bandeira, Assumir, CCAA, Neblina, Lagoa, Alexandre, Luiz Ricardo, Comunicação Social, Jornalismo, Kamila, Priscila, Welington, Lucas, 2004, Auxiliadora, Ana Carolina, Documentário, Kátia Fraga, Juliano Pires, Soraya, Café com Papo, Laura, Dança, Cachaça, Facev, Mutantes, Caetano, Bebel, Ney, Olhares, Recanto da Cigarra, DAC, Zilda, Extensão Universitária, João Marcos, Lúcia, Marta, Petrobras, Johrei, Amauri, Praça do Rosário, Rua Gomes Barbosa, Maristella, Tiradentes, Festivais de Cinema, Luiza, Vodca, Café, Rádio, Assalto, Vivian, Yakissoba, Bolo, Doce de Figo, Porto Velho, Natal, Cristiano, Lara, Carol, Juiz de Fora, Fábio, Divórcio, Ouro Preto, Seguir a Felicidade, Cass, Magia, Sebastian, Argentina, Chile, Acampamento, Família Vivanco, Comissão de Formatura, Juliana, Baile de Formatura, Guarulhos, Margareth, Juca, Caipirinha, Daniel Moraes, Itaú Cultural, Maite, Alberto, Vivo, Lucas, VilaMundo, Isabelle, Aprendiz, Anna Barros, Caminhada, Avenida Paulista, Avenida Brigadeiro Luis Antonio, Ilhabela, Curitiba, Thiago, LGBT, Jeff, Cosac Naify, Daniela, Helio, Luiz Nadal, Paris, Londres, Edelman, HBO, Teatro, Sesc, ECA-USP, Carol, Lais, Aline, Lady Gaga, Psicanálise, Luciana, Buenos Aires, Lujan, Nanoarte, Livros, Eli, Rua do Boticário, República, SP Escola de Teatro, Danilo, Praça Roosevelt, Submundo, Sozinho, Vida, Recife, Portal SescSP, Juli Bertolocca, REW, Caio, Alberta, Eduardo D'Angelo, Amor, Rua Heitor Penteado, Casa Azul de Libra, Campininha, Itamambuca, Arcade Fire, Nova York, Astoria, PUC, Fran, Família Farah D'Angelo, Bertioga, Beatriz Falasco, Apartamento, Estação Astoria, D'Angelo Munduruca, Trinta.