procurando, encontre

10 julho, 2009

Geração Tamagochi


A interatividade proporcionada pelo celular me assusta um pouco. Não pelas múltiplas possibilidades, mas pela dependência que vamos criando. Lembro quando era um adolescente e lançaram os famosos tamagochis, aqueles bichinhos virtuais, que tínhamos que checar de hora em hora para que o bichinho não morresse de fome, ou de desanimo, ou de falta de higiene. Aquilo era um vício. E as pessoas queriam ter sempre um tamagochi mais moderno que o dos amigos. Agora que já estamos crescidinhos já não cabe mais criarmos bichinhos virtuais. Mas a situação também é outra. Os celulares são a nova ferramenta de dependência e o bichinho somos nós. rs. Há necessidade de ver se os e-mails chegaram, de enviar informações via twitter, de dialogar com quem não está ao lado, de saber quais são os último acontecimentos, de registrar tudo o que está acontecendo o tempo todo. E se acessamos e não recebemos nenhuma nova mensagem, vem aquela melancolia. Dúvida disso? Comece a reparar. No shopping. No ônibus. No metrô. Nas ruas. Nos seus amigos.

Nenhum comentário: