procurando, encontre

18 março, 2010

a senhorinha e a vaca


acho que uma das coisas mais divertidas que a cow parade traz é a relação que as pessoas desenvolvem com as vacas de arte. terça-feira, eu estava atravessando a paulista, do conjunto nacional ao center 3, e vi duas mãozinhas inquietas, alisando as tetas da vaca. percebi que eram movimentos uniformes, uma tentativa de ordenha. ao contornar a vaca encontrei um sorriso maroto estampado no rosto de uma senhorinha. registrei a cena, e passei horas pensando o que pode ter despertado o desejo daquela senhorinha em ordenhar aquela vaca. pela idade que acredito que ela tenha, à imaginei levando uma vida rural, uma juventude na roça, uma infância de pés descalços, trepando em goiabeiras e jabuticabeiras, de mergulhos nús em riachos de águas frias, de estripulias em canaviais, e manhãs com desjejum à teta da vaca. que saudades da minha infância, ela deve ter pensado.

Nenhum comentário: